30 de junho de 2013

A. - o fim

Foi a última vez que escrevi sobre ti. Hoje sei que me tenho que despedir de ti, que os momentos que passamos juntas ficarão para sempre guardados na tela da minha memória mas que não passará de marcas que aos poucos o tempo vai desgastando.
Pensava que iriamos ter um recomeço, que irias dar uma nova oportunidade à nossa amizade mas enches-me de silêncio, nem respostas me dás.
Guardar-te-ei para sempre no meu coração mas por agora quero esquecer-te porque ao lembrar-me de ti o meu coração sente-se ainda mais desprotegido.
Obrigada por todos os sorrisos, por todos os momentos felizes, não te preocupes. Daqui a uns tempos só me irei lembrar desses.

Até sempre

21 comentários :

  1. Eu sei que vai custar ao inicio, mas como dizes, nada precisa de ser esquecido porque o que é bom, é para ficar, o que é mau, epah! isso o tempo cura e desaparece. Espero que fiques bem e força! (:

    ResponderEliminar
  2. Vai custar querida...muito, mas com o tempo habituaste, sempre é assim...

    ResponderEliminar
  3. Tem muito significado :)
    Entao esquece linda, ocupa a tua cabecinha :)

    ResponderEliminar
  4. O teu cura tudo, pelo menos quase tudo...

    ResponderEliminar
  5. custa muito quando as coisas terminam, mas pelo menos reconheces os bons momentos pela qual passaste com ele, e isso vai ajudar muito depois... serão sempre boas memórias que mais tarde irás recordar.
    r: poois, só espero que não... porque é muito estranho mesmo, não pode dar nada entre nós apesar de às vezes parecer que iremos ter algo.

    ResponderEliminar
  6. acho que não... ele gosta muito de mim e damo-nos muito bem, mas ele é muito mais velho, e há um pequeno grande pormenor no meio disso tudo...ele é da minha familia s:

    ResponderEliminar
  7. r: claro, não tens de pedir desculpa, podes perguntar-me o que quiseres : ) Sei que está a mentir, porque já o fez. Se leres o meu blog todo (não o faças, não sais do sítio :b), long story short, nós éramos muito amigos, depois começámos a ser mais do que isso, em segredo e nada de "sólido". Nem uma semana tinha passado, e ele já estava a namorar com uma rapariga (de quem eu sempre desconfiei que ele gostava), oficialmente e para toda a gente ver. É isto. Agora a nossa amizade está bastante frágil, e pode acabar definitivamente, já que cada um vai seguir o seu rumo na faculdade. Sobre o que aqui escreveste, deixa lá, a vida tem de continuar, mesmo que o tenhas perdido como amigo. (também não sei nada da tua história).

    ResponderEliminar
  8. Se nao fossem algumas pessoas a socorrer-me as vezes, eu estaria sempre perdida.

    ResponderEliminar
  9. é sempre difícil dizer adeus, não é? mas às vezes, por muito que nos custe, sabemos que não temos outra opção, ou pelo menos, que é a escolha que precisamos de tomar para não sofrermos constantemente, não é assim? espero que estejas bem, porque no fundo, sei o quanto dói despedirmos-nos assim, de quem mais gostamos, mas, embora o tempo não cure, ele alivia, e eu sei que vais ser forte para ultrapassar isto! beijinhos

    ResponderEliminar
  10. Custa dizer adeus e seguir em frente mas por vezes tem mesmo que ser... Força :)

    ResponderEliminar
  11. hey bb, é verdade voltei, estava a necessitar disto :)
    achas que nao diminui? eu já tenho as minhas duvidas

    ResponderEliminar
  12. andava demasiado impulsiva para escrever fosse o que fosse, mas agora que as marés acalmaram por aqui, sinto-me capaz de voltar...
    pois meu anjo, acho que neste caso o problema fui eu.

    ResponderEliminar
  13. já te aconteceu por tudo em risco por uma "paixao" antiga, e depois veres que se calhar não valia a pena? mas apesar de tudo a unica tristeza que sentes é nao ter dado certo,em vez de sentir falta da relaçao anterior? sinto-me culpada.

    ResponderEliminar
  14. o problema é que essa outra fez questão de me abandonar...

    ResponderEliminar
  15. basicamente sim, eu fiquei a gostar muito mais que anteriormente tinha gostado, e simplesmente se afastou de mim, porque tinha medos.

    ResponderEliminar