27 de abril de 2014

Quase pela metade


M., espanta-me a forma como queres viver pela metade. Talvez não saibas que o estás a fazer. Involuntariamente, há dias em que repartes essa metade comigo e ficamos quase sem nada. Tento seguir-te com o olhar, acompanhando-te ao longe, e sempre que já não não o consigo fazer desenho-te na minha mente para tentar voltar a sentir o teu odor mas, quase sempre, sem sucesso.
Não penses que com isto não te sei de cor, que não me lembro das madrugadas infinitas e das manhãs solarentas, não penses que apaguei as memórias felizes que tenho de ti mas não vivo de pensamentos perdidos no tempo.


( não é algo definitivo mas as vezes é preciso fazer pausa em situações da vida)

39 comentários :

  1. Acho sempre que viver para metade não nos leva a lado nenhum. Precisamos de nos entregar por completo, só assim as coisas terão o significado certo. Por muito que o caminho seja incerto e se torne doloroso, pelo menos sabemos que demos tudo de nós para que se tornasse no melhor que conseguimos.
    As memórias não nos abandonam, mas chega a uma altura que temos que nos desprender o passado e não olhar para trás

    Força! Beijinhos*

    ResponderEliminar
  2. Por vezes os pensamentos perdidos no tempo só servem para nos relembrar como doí lembrar alguém que já não vive em nós como gostaríamos.
    R: Muito obrigada, foi duro ouvir aquilo tudo. Por vezes não percebem que tenho mesmo muita vontade de voltar e que sinto uma raiva enorme de mim mesma por ter desistido de tudo da forma como desisti. Por vezes as pessoas pensam que tudo o que eu preciso é de um incentivo, na verdade, eu só preciso de estar bem fisicamente. Preciso de correr, preciso de fazer todas as aulas de natação do colégio sem ter de parar a meio porque tenho dores infernais, ou até mesmo quando o meu pé se deslocava quando caminhava rápido e eu tinha que o por no sitio de forma dolorosa. Nunca percebi como consegui sofrer tanto durante tanto tempo...
    Fiz tudo pela minha equipa e acabei quase por pôr um fim na vida com que sempre sonhei. Depois disto só posso mesmo dizer que me sinto uma nódoa..

    ResponderEliminar
  3. O amor tem dessas coisas...

    r: Mas o que se passa?

    ResponderEliminar
  4. viver pela metade nunca nos faz completamente felizes, espero que essa metade fique completa um dia (:

    ResponderEliminar
  5. E ainda bem que não vives deles! Para a frente é que é o caminho :)

    ResponderEliminar
  6. Há coisas que nunca se esquecem :)

    ResponderEliminar
  7. Há coisas que nos ficam, para sempre, guardadas na memória :)
    R: Acredita que sim Ísis <3

    ResponderEliminar
  8. Há coisas que não conseguimos esquecer e, apesar de tudo, ainda bem que assim é mas o caminho é sempre em frente :)

    ResponderEliminar
  9. r: O que se passa contigo é exatamente aquilo que se passa comigo, aquilo que eu escrevi?

    ResponderEliminar
  10. É verdade que há coisas que ficam conosco para sempre, mas a vida deve ser vivida sempre com intensidade!

    http://ummarderecordacoes.blogs.sapo.pt/

    ResponderEliminar
  11. É mesmo importante às vezes fazermos uma pausa para pensarmos mais em nós e tomarmos as decisões correctas.

    ResponderEliminar
  12. Ou tudo ou nada :)
    Relaxa que tudo se encaixa*

    ResponderEliminar
  13. ó mas agora custa-me tanto aceitar esta ideia sem medo :$

    p.s. mudei o meu nome de one princess para Marie D. por isso não se assustem com os meus comentários :)

    ResponderEliminar
  14. Tão querida ?!?! O que se passa ??
    Deixei-te uma mensagem no chat :)
    Miss u <3 <3

    ResponderEliminar
  15. R: eu também coloco algumas frases mas escrevo-as à mão, fica tão giro!

    ResponderEliminar
  16. Viver pela metade é apenas uma desculpa para não viver

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. r. É pena é serem gavetas dificeis de abrir. Algumas até impossiveis

      Eliminar
  17. R: eu uso muito raramente porque já sou alta mas pronto :(

    ResponderEliminar
  18. Muito, muito obrigada! Sim, fui eu que escrevi :)

    ResponderEliminar
  19. R: tens a certeza? a desvantagem é que depois também tens uns pés gigantes ahah

    ResponderEliminar
  20. que amor!!!
    adorei teu cantinho flor, visita-me?

    ResponderEliminar
  21. Deve-se viver por inteiro, um dia estas cá e no outro podes nao estar e ai perdeste todas as oportunidades que a vida te deu...por isso sou apoiante de viver cada dia como se fosse o ultimo :)

    ResponderEliminar
  22. Acho que viver com metades, não nos leva a lado nenhum... é querer tudo e no fim não aproveitar nada.
    beijinho grande ♥

    http://naervilhadapolly.blogspot.pt/

    ResponderEliminar
  23. Acho que mais do que nunca tambem acredito nisso.
    Tenta, a vida tem coisas tao boas :)

    ResponderEliminar
  24. Sophia é a minha escritora favorita, em modo poesia!

    ResponderEliminar
  25. r: A rubrica irá para a frente, se puder, já amanhã!

    ResponderEliminar
  26. Óh fofinhaa, entãão?! O M. há de cair em si e ver que está a perder coisas boas, neste caso: TU. O amor tem dessas coisas fofinha ❤ Só espero que essa metade seja um balanço para se entregarem completamente :)

    ResponderEliminar
  27. Há coisas que não conseguimos apagar.

    R: Claro, isso também. :)

    ResponderEliminar
  28. devemos viver por algo que nos faça sentir inteiros :)

    ResponderEliminar
  29. Viver é sentir inteiro, em tudo! Bem verdade. Força!
    Desculpa a ausência e obrigada pelo teu comentário.
    Ando meia longe dos bloggers, um dia destes tenho de pôr tudo isto em dia que é uma vergonha!
    Obrigada mesmo :)

    Adoro o look do blog :)
    Beijinhos *

    ResponderEliminar