1 de janeiro de 2016

A Carta que nunca te escrevi

A fofinha da Sara Black desafiou-me para participar na Rubrica " A Carta que nunca te escrevi". Partilho com vocês a minha participação.
Muito obrigada querida pela oportunidade!



Agora que o tempo está imóvel, e que me sento nesta secretária gasta pelas saudades que sinto tuas, volto a escrever-te. Não sei quantas vezes já te escrevi, mas hoje o mar do meu coração está agitado e o sal que insiste em persistir nos meus lábios intensifica-se à medida que o meu pensamento vagueia até ti.
Sabes, há um tempo tive aquilo que poderemos chamar de “dia atípico”, em que, apanhada de surpresa, te recordei em cada gesto rotineiro que fiz.
Soube, de imediato que aquele não era um dia como todos os outros em que, rotineiramente, desligava o despertador, ainda ensonada, e corria para a casa de banho para tomar um breve duche que me lavasse mais do que o corpo, me lavasse a alma. Aquela era mais uma tentativa, repetidamente falhada, de me vestir com um sorriso verdadeiramente feliz. Contava pelos dedos das mãos os dias em que tinha conseguido sorrir deste  a tua partida. Sabes, não me estou a referir aqueles esboços que os nossos lábios fazem quando alguém nos acena, mas sim a um sorriso que nasce no coração e, não cessa mesmo que a expressão do rosto já não o expresse.
Naquele dia, lembro-me que te recordei mais do que costumava fazer. Revi-te quando me preparaste aquele café amargo e, me sorriste quase que troçando da minha expressão zangada. Sabias sempre como mudar o meu humor, e isso foi algo que sempre me custou a admitir.

Lembro-me das manhãs serenas de domingo em que, ao acordar, já tinhas tudo preparado e estavas com aquele teu olhar entusiasmado, como se fosses uma criança e estivesses pronto para te divertires o dia todo. Sempre tiveste uma alegria e vivacidade invejável. Eram raros os dias em que trancavas o olhar e não me deixavas adivinhar o que te inquietava, contudo, até nesses momentos em que te revestias de mistério, me conquistavas. Nunca to disse, é verdade, mas porque nunca me deixaste pôr em palavras o que sentia por ti. Antes da tua partida, sempre que te escrevi, senti necessidade de deixar para o lixo cada letra que rabisquei pois eram demasiado insignificantes e não te valorizavam o suficiente.
Agora, bem, agora guardo tudo o que me faz lembrar te ti, guardo todas as palavras que o meu coração escreve e, sempre que o faço, sinto-me a teu lado. É como se te voltasses a sentar a esta mesa, e eu me aconchega-se a teu lado. Nesses momentos em que a ilusão se apodera de mim, a mesa já não me parece desgastada, já não sinto a ardor dos meus olhos sempre que te desenho na minha mente, a garganta desprende-se e grita de felicidade sempre que pensa sentir-te perto. Sabes, esta não será a última carta que te escrevo, porque não quero trancar o meu coração, nem quero deixar de te falar. Mas esta será a última carta em que choro, porque me ensinaste que o sorriso é a melhor forma de vencer a vida.

Fictício

42 comentários :

  1. Tao bonito. Essa carta veio mesmo do coração. Beijinho

    ResponderEliminar
  2. Está muito bonita a carta, força! Beijinho

    ResponderEliminar
  3. Adorei, simplesmente adorei o conceito!!

    Feliz Ano Novo :D Espero que tenhas um 2016 brutal! *

    ResponderEliminar
  4. "O sorriso é a melhor forma de vencer a vida." Tão verdade. Lindo texto! Um ótimo 2016 para ti 😊

    joanasrverissimo.blogspot.com

    ResponderEliminar
  5. Acredita que desejo o mesmo para ti. De coração!
    Que 2016 seja um ano de muitos sorrisos, lutas, vitórias e também quedas através das quais possas tirar aspetos positivos! Que te traga consagrações tanto profissionais como pessoais e que aproveites todo o tempo ao máximo.

    Se eu já gostava da tua escrita então, depois destas carta, ainda gosto mais. Tens um dom da palavra incrível :D

    NEW INSTAPLEASURE POST | Best Of 2015
    InstagramFacebook Oficial PageMiguel Gouveia / Blog Pieces Of Me :D

    ResponderEliminar
  6. É sem dúvida um desafio muito interessante!

    Bjxxx

    ResponderEliminar
  7. Adorei princesa!
    r: E eu estou no cominho para aprender isso e custa imenso!

    ResponderEliminar
  8. Olá! Este blogue deixará de estar ativo. Venho aqui deixar-te o meu novo blogue: http://sheletitburn.blogspot.pt/.

    ResponderEliminar
  9. És uma caixinha de surpresas :)) A-D-O-R-E-I
    r: obrigada pelos comentários fantásticossssss!
    Gosto muito de ti <3
    Feliz Ano Novo fofinha!

    ResponderEliminar
  10. Embora seja ficticio eu identifico-me, infelizmente ou felizmente identifico-me. Enfim.

    ResponderEliminar
  11. Está tão lindo!!

    Beijinhos*

    r: Sim compensa muito mas eu ando à procura do perfeito xD

    ResponderEliminar
  12. E podes vir até ao final do mês. Teria muito orgulho em receber-te por lá :D

    Ohn, não tens razões para tal :P

    NEW TIPS POST | My Top Blogger Tips
    InstagramFacebook Oficial PageMiguel Gouveia / Blog Pieces Of Me :D

    ResponderEliminar
  13. O sorriso será sempre a melhor forma de se vencer na vida. Linda carta. Lindo quando se fala de amor!!

    ResponderEliminar
  14. E agora o meu coração aqueceu com as tuas palavras!!! obrigada:))))))

    ResponderEliminar
  15. Maravilhoso texto! Muitos, muitos parabéns!!!
    beijinhos
    http://direitoporlinhastortas-id.blogspot.pt/

    ResponderEliminar
  16. R: Foi o que eu lhe disse. Que as férias lhe tinham feito bem visto que ele estava um querido xd

    ResponderEliminar
  17. Tão perfeito, tão bonito, Ísis. Houve uma frase que me prendeu e é tão verdade, os sorrisos que nascem no coração... Não existem outros iguais... Esses notam-se até quando não estão nos nossos lábios.

    Beijinhos minha querida, um bom ano para ti.

    ResponderEliminar
  18. Tenho uma proposta para ti, para divulgação do teu blog. Há algum email para onde possa enviar-te essa proposta, para que possamos conversar sobre ela? :)

    http://joanasrverissimo.blogspot.pt

    ResponderEliminar
  19. Queria dizer linda carta, mas o que é lindo é o sentimento, é tão intenso o que sentes, é uma carta que realmente me tocou no coração..e tanta saudade, sei bem o que é essa saudade. Fiquei a adorar a tua escrita, esta carta já está nos meus favoritos,
    Beijinhos,

    N a n a Blog

    ResponderEliminar
  20. Que lindo, adorei! Escreves tão bem :)

    ResponderEliminar
  21. r: Obrigada na mesma querida :)
    Mas não foste por ainda não teres idade ou por outra razão? Desculpa a pergunta :/

    ResponderEliminar
  22. Bem, que texto LINDO! =)) Fizeste muito bem em participar e partilhar.

    Um beijinho e um bom ano novo *

    http://agatadesaltosaltos.blogspot.pt/

    ResponderEliminar
  23. r: Não posso dar-te as certezas porque por vezes posso demorar mais ou menos, é incerto. É uma questão de estares atenta :)

    ResponderEliminar
  24. r: Muiiiiitoooooo obrigaaaaadaaaaa Ísis!! <3

    ResponderEliminar
  25. r: Pois é, quando demos por ela já está tudo encaixotado no sótão novamente :(

    ResponderEliminar
  26. R: Mas ela não faz ideia que eu tenho um sentimento especial pelo Dilan, daí eu achar estranho! Não me parece que tenha sido isso, mas também não sei porque raio ela haveria de achar que eu tinha de ver aquela foto.

    ResponderEliminar