23 de junho de 2013

A.

E de repente a A. falou-me.
Pensava que te tinhas afastado, sem deixar rasto nem querendo explicar o porquê. Julguei que tinhas partido numa manhã primaveril, entre o nevoeiro insistente que pairava no ar. Simplesmente apagando-me da memória como se tivesse passado demasiado tempo por nós, afinal não. Apenas clicaste no botão pausa e hoje talvez tenhas activado o "play". O meu coração nunca te esqueceu, talvez a minha mente já estivesse dormente quando me aparecias na tela do meu pensamento mas nunca deixaste de morar no meu mais íntimo. Não desapareças mais...

10 comentários :

  1. r: não querida. tens toda a razão.
    luta para que ele não volte a clicar no botão pausa , para que ela não volte a ir embora :)

    ResponderEliminar
  2. eu percebi querida, enganei-me naquele "ele" , desculpa..
    sim, querida, claro.

    ResponderEliminar
  3. Espero encontrar um vestido igual *_*
    Vais ver que essa amizade vai durar :)

    ResponderEliminar
  4. A minha motivação ainda perdura vamos ver é por quanto tempo ahah

    ResponderEliminar